nó materno, 2013 - 2017

de Silvana Macêdo

A série fotográfica nó materno, faz parte de uma pesquisa sobre a representação da maternagem na arte contemporânea. O título desta série é homônimo ao clássico livro da escritora feminista Jane Lazarre, 1976, no qual explorou os sentimentos ambivalentes da experiência materna. Iniciei este trabalho com a intenção de integrar minha experiência materna ao meu trabalho artístico, e venho desenvolvendo trabalhos em vídeo e fotografia que tentam traduzir a complexidade de emoções que vivencio ao ocupar este lugar de mãe.  
Nesta série de retratos, foquei no relacionamento de algumas mulheres mães com suas mães. Meu interesse foi o que investigar as possíveis mudanças no relacionamento entre mães e filhas, quando as filhas passam pela experiência da maternagem. Através dos gestos, expressões e olhares, tento captar algo de genuíno do relacionamento entre elas, que possa emergir do inevitável constrangimento de estarem em um estúdio fotográfico em frente a uma câmera. 
A ideia de fotografar outras mulheres com suas mães, partiu de um desejo de ter tido esta experiência, pois minha mãe faleceu antes de eu me tornar mãe.